Pesquisar este blog

2 de dez de 2007

Jason "Genial" Mraz

Eu e Você

Foi você quem falou que as coisas podiam acontecer, mas não para mim?
Ah, as coisas vão acontecer naturalmente
E seguindo o seu conselho, eu estou sendo otimista
E equilibrando tudo isso

Mas às vezes as palavras confundem tudo...
E, assim, o brilho se apaga
Até amanhecer e surgir
Um pequeno pássaro que irá cantar
A mágica que foi eu e você

Porque eu e você amamos
O que eu e você conversamos
E os outros somente lêem a respeito,
Os outros apenas sonham com o amor,
Com o amor que eu amo

Veja, eu me importo com as palavras,
Me importo com os números,
Palavras numeradas, soltas e livres,
Centenas de páginas, páginas, páginas adiante
Mais palavras do que jamais ouvi
E eu me sinto tão vivo

Oh, eu e você, eu e você
Não mais tão insignificante, eu e você...
E nesse silêncio vem a moral da história
Revelando, assim, a honra de um rapaz

Porque eu e você amamos
O que eu e você conversamos
E os outros somente lêem a respeito,
E se você pudesse me ver agora,
Mas agora, finalmente estou quase vazio
Finalmente di di di di
Finalmente estou livre, livre, livre

Tudo bem se você teve que ir embora
Mas lembre-se que o telefone funciona nos dois lados
Mas se nunca mais ouvi-lo tocar
No mínimo vou pensar
Que você encontrou outro alguém
Mas tudo bem
Porque eu vou lembrar de tudo que você cantou

Porque eu e você amamos
O que eu e você conversamos
E os outros somente lêem a respeito,
Mas agora, finalmente estou quase vazio
Finalmente di di di di
Bem, finalmente estou quase sem palavras

Tradução
©EveDias


Photobucket

4 Comments:

MamaNunes said...

Bonito template Eve *rsssss
Desculpe a demora,
mas estamos aquí!
Pelo jeito você ja se entendeu com as janelas da sidebar, que bom.
Desejo que esse blog te traga muita alegria, troca e informação.
Se precisar de ajuda, é só falar que eu dou um help, se puder.
Graça e paz!
MamaNunes
:)

Carol said...

Jason Mraz! Adoro ele.

E aí, se resolveu com o blog? sauhsahuass

Beijão!

MamaNunes said...

Muito legal essa canção! Maravilha ouvir uma lingua tão diferente, cheia de um swing peculiar. Gostei.

Um abraço
:)

Maria Cristina said...

Eveline, estou impressionada. Vc deveria escrever. Lindo, lindo, lindo ...

bjos Lyesa